Arlequim

17 melhores imagens de Arlequins e pierrots | Dell arte, Pinturas e  Ilustração

A primeira representação de Arlequim foi no século XVII, trazida pela ‘comedia dell’arte‘, onde ele seduz e toma a Colombina do Pierrot.

Pierrot representava um bobo, sendo sempre enrolado, mas mesmo assim confiando nas pessoas. Também era apresentado como sendo lunático, distante e inconsciente da realidade. Colombina aparecia como uma serva e é caracterizada como uma moça linda e inteligente. Como analogia, para melhor entendimento, Colombina seria a Justiça e Pierrot, o povo sem acesso à Colombina.

E o Arlequim? A história é longa.

Havia, na Idade Média, a figura de Hellequin, o líder de um bando de fantasmas que fazia muito barulho à noite, mas não só isso.

O Bando Hellequin surge num texto do século XII, do monge Orderic Vital, da Normandia. Ele cita o testemunho de um jovem padre que, no dia 1º de janeiro de 1091 voltava de uma visita a um doente de sua paróquia e escutou o barulho “de um exército imenso”. Escondeu-se e viu “uma imensa tropa de pedestres com animais de carga, como se tratasse de ladrões com seu butim”. Eles passam apressadamente e gemendo e o padre reconheceu vizinhos recém-falecidos. Depois passam demônios torturando pessoas, que berram de dor. Surgiu, então, uma multidão de mulheres a cavalo, sentadas em selas providas de pregos ardentes … elas haviam vivido em meio ao luxo e à luxúria. Outro grupo, composto por clérigos e monges que usavam a virtude como fachada, pede que rezem por eles. (…) Finalmente, vê seu próprio irmão que havia morrido em pecado. Este irmão avista o padre e lhe diz que ele e o pai de ambos podem escapar do inferno eterno com preces.

Orderic Vital intitulou o bando como “Hellequin”, que teria o papel de mostrar Deus submetendo os pecadores “às diversas purificações do fogo purgativo”. O Bando Hellequin seria um purgatório “itinerante”, um purgatório terreno, como dizia Santo Agostinho, que imaginara que a purgação dos pecados pudesse ser feita na terra.

Essa ‘história’ foi largada e retomada, séculos adiante, com suas ideias de diabólico e grotesco no folclore europeu. A figura do Arlequim é uma imagem, atenuada, de Hellequin, numa interpolação de Jacques Le Goff.

Publicado por Dorgival Soares

Administrador de empresas, especializado em reestruturação e recuperação de negócios. Minha formação é centrada em finanças, mas atuo com foco nas pessoas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: