A lei dos peixes

Arthashastra (“a ciência da política”) é um tratado indiano, iniciado no século 2 a.C., sobre a arte de governar, a política econômica e estratégia militar. O autor seria Kautilya, um Maquiavel indiano.

Nele, se aconselha ao governante que ele deve iniciar projetos públicos para se manter a ordem social e a ética coletiva, de forma que a sociedade permaneça unida em tempos afetados por fome, epidemia e outros atos de natureza, ou pela guerra.

Ressalta a necessidade de uma boa governança: sem governo, sobe a desordem, como no provérbio sobre a lei de peixes: o forte vai engolir o fraco. Na presença de governança, os fracos resistem ao forte. A civilização seria um lugar onde até os mais fracos podem prosperar. 

De acordo com Kautilya, um rei é aquele que, entre outras características:

  • tem autocontrole, tendo vencido as tentações hostis dos sentidos
  • cultiva o intelecto, consultando os mais velhos
  • mantêm os olhos abertos e permanece atualizado
  • é sempre ativo na promoção da proteção e bem-estar das pessoas
  • melhora sua própria disciplina, aprimorando seu aprendizado em todos os ramos do conhecimento.


Publicado por Dorgival Soares

Administrador de empresas, especializado em reestruturação e recuperação de negócios. Minha formação é centrada em finanças, mas atuo com foco nas pessoas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: