Nas montanhas de Jerusalém (poesia de Yehuda Amichai)

“Aqui, no lugar onde a ruína quer ser outra vez uma nova casa, sua vontade junta-se à nossa. Até os espinhos se cansaram de ferir e querem confortar, uma lápide, arrancada de um túmulo violado, colocado numa nova parede com o seu nome, suas datas. Ela está contente porque não a esquecerão. Os meninos, queContinuar lendo “Nas montanhas de Jerusalém (poesia de Yehuda Amichai)”