Patriarcado

Gerda Lerner fugiu do nazismo em 1939, e radicou-se nos EUA. Aos 40 anos pôde iniciar sua educação superior, após criar os filhos, e obteve o Ph.D. na Universidade de Columbia. Virou referência no estudo da História da Mulher. Para ela, era importante distinguir sexo de gênero: sexo é biológico; gênero é uma definição culturalContinuar lendo “Patriarcado”

“Libertados e educados”

Em janeiro de 1945, Czeslaw Milosz foi guiado por uma jovem que portava uma submetralhadora. Estava liberado do domínio da Alemanha. Passava ao domínio da Rússia. Ele seria, então, um dos milhões de europeus a ser “libertados e educados”. Mudar de tirano era dito como ‘libertação’. Doutrinação política era ‘educação’. As palavras vão à frente,Continuar lendo ““Libertados e educados””