Abandono emocional

“Ressentir-se significa atribuir ao outro a responsabilidade pelo que nos faz sofrer”, dizia Maria Rita Kehl, em 2004. O ressentimento é uma das ‘paixões tristes’, conforme Espinoza. A raiz da palavra “paixão” nos remete a páthos – a mesma origem de “patologia”. As paixões tristes, para Espinoza, são aquelas que diminuem a potência de agir do indivíduo.Continuar lendo “Abandono emocional”

Solidão

Viver só não é um ‘problema’ para quem se dá bem consigo, para os que têm uma riqueza interior que o contenta, como a gordura que nos mantém nos jejuns. O mundo que carregamos pode, ou não, gerenciar sua energia, ou somos satélites. Solidão é uma praga dos nossos tempos, apesar – ou talvez porContinuar lendo “Solidão”

“Preocupai-vos demais com este mundo”

(O Mercador de Veneza, de Shakespeare) Disse Graciano ao amigo Antônio. – “O mundo, para mim, é o mundo, apenas. Um palco em que representamos todos nós, um papel”, responde Antônio. – “Conheço muita gente que é tida como sábia, tão-somente por não dizer nada”, complementa Graciano. – “Graciano fala sempre uma infinidade de nadas”,Continuar lendo ““Preocupai-vos demais com este mundo””