A linguagem do mundo nem sempre é a que achamos que falamos

“Fui sempre o que nunca serei”, frase atribuída a Branca Dias. Nossa capacidade de comunicação é muito relativa; os que nos ouvem escutam aquilo que querem ouvir, confirmando seu viés de entendimento. A fala, muitas das vezes, não gera relações dialógicas. Ou seja, os enunciados não se tornam unidades de interação social, mas de repressão,Continuar lendo “A linguagem do mundo nem sempre é a que achamos que falamos”

Todo político é corrupto?

Há políticos que são movidos, genuinamente, pelo espírito público. Sei que poucos acreditam nisso, afinal estamos cercados de exemplos de mau-caratismo, corruptos em vários graus, estelionatários, escroques … políticos. Há exceções; há políticos que destoam da paisagem. Há alguns meses, escrevi um texto reconhecendo o caráter eminentemente público de Marco Maciel, antes do seu falecimentoContinuar lendo “Todo político é corrupto?”