“A obtenção do sucesso também é o começo de uma linda neurose.” (Freud)

Epicuro, criador da escola “hedonista”, era considerado, com desmedida fúria, inimigo da Santa Igreja, pela simples razão de que atribuía a infelicidade dos homens ao duplo medo, da morte e dos deuses. Ele, com sua doutrina, interveio para salvar a humanidade, e desafiar a religião, a fim de trazer aos homens a luz do conhecimentoContinuar lendo ““A obtenção do sucesso também é o começo de uma linda neurose.” (Freud)”

O que o Renascimento deve à China

Zhu Di foi o terceiro imperador da dinastia Ming; reinou de 1402 a 1424. Ele inicialmente aceitou a nomeação que seu pai fizera para sua sucessão: seu irmão mais velho, Zhu Biao e, depois, seu sobrinho Zhu Yunwen como príncipe herdeiro. Entretanto, quando Zhu Yunwen ascendeu ao trono como imperador de Jianwen começou a executarContinuar lendo “O que o Renascimento deve à China”