O fim está próximo?

A indiferença é o contrário da curiosidade. Plutarco conta que Júlio Cesar teria salvo a sua vida se ao dirigir-se ao Senado, no dia em que foi morto, tivesse lido um papel que lhe apresentaram. Estamos sendo avisados, de várias formas, da nossa futura (e breve) extinção? Ou, essas são, apenas, mais uma onda apocalíptica,Continuar lendo “O fim está próximo?”

Plutarco e sua visão de liderança

Política vem de polis, cidade, a unidade política fundamental do mundo grego. Plutarco era um historiador e biógrafo grego, que viveu num “mundo” dominado pelos romanos. Seu lema era: “a cidade antes de mim”. Sim, acreditava que líderes políticos deveriam subordinar seus próprios interesses ao do Estado. Enfatizava que o interesse do indivíduo e oContinuar lendo “Plutarco e sua visão de liderança”

O terror não se controla

“Se a história passada fosse tudo o que importa no jogo, as pessoas mais ricas seriam os bibliotecários” ironiza Warren Buffett. Ele está certo. O passado só nos é útil se usado como prisma do presente. A história não é um fóssil. Ela é radioativa – emite sinais que podem ser captados. Aliás, os fósseisContinuar lendo “O terror não se controla”

O político Platão

Quando Platão se aproximava dos quarenta anos, ele visitou vários locais, entre os quais, a cidade-estado de língua grega de Siracusa, na ilha da Sicília. Em sua juventude, Platão havia considerado entrar na turbulenta política de Atenas, mas percebeu que suas reformas, pensadas para a constituição da cidade e nas práticas educacionais eram muito improváveisContinuar lendo “O político Platão”

Líderes incultos

Nesses tempos, vale lembrar alguns escritos de Plutarco (46 a 120 d.C.). Por uns minutos, seguremos o cinismo cotidiano, principalmente quando ele se refere ao ‘líder inculto’. Líderes educados estariam primeiramente preocupados com o bem-estar de seus eleitores, mesmo à custa de seu poder ou segurança pessoal. Os incultos, por sua vez, vêm a ocupaçãoContinuar lendo “Líderes incultos”