O ipê amarelo (texto de José Ortiz Monteiro)

“Há um ipê na frente de minha casa. Um ipê amarelo, plantado com minha mão. Nobre árvore, consagrada como símbolo da Pátria. Cada ano, no rigor de um rito, num relance de dias, ele floresce e se apaga, recamando o chão de flores de ouro. (…) Ontem, um homem estava sentado junto da árvore. EraContinuar lendo “O ipê amarelo (texto de José Ortiz Monteiro)”