A fome como arma

“Garantimos a segurança alimentar de um sexto da população mundial.” (discurso do presidente na Cúpula das Américas, em 10 de junho 2022). Enquanto isso, cerca de 33 milhões de brasileiros vivem em situação de fome, 14 milhões a mais que em 2020. “O suprimento de alimentos de milhões de ucranianos e milhões de outras pessoasContinuar lendo “A fome como arma”

A obsessão pelo homogêneo, a “pureza”

Falei, noutro texto (https://balaiocaotico.com/2022/03/24/iliberalismo/), sobre o papel de Carl Schmitt na “fundação” teórica do Estado que depois reconheceríamos como nazista. Ele acreditava num “Estado total, aquele para o qual tudo é político, pelo menos potencialmente. (…) os pontos extremos da grande política são aqueles momentos nos quais o inimigo é percebido com uma clareza concretaContinuar lendo “A obsessão pelo homogêneo, a “pureza””

Ideólogos do ódio

“A única pessoa que tem uma vida privada na Alemanha é aquela que dorme.” (Robert Ley, Chefe de Organização do Partido Nazista) Li recentemente um livro de Christian Ingrao, “Crer & Destruir” (que não recomendo; embora interessante, é mal escrito), que objetiva apresentar as “razões” que levaram intelectuais a se engajarem na máquina de guerraContinuar lendo “Ideólogos do ódio”

Quem é o nosso Spiritus Rector?

Alfred Rosenberg foi um dos fundadores do Partido Nazista e era considerado o pai do nacional-socialismo pelo próprio Hitler. Foi, ainda, o principal ideólogo do Holocausto. Era o Spiritus Rector, o guia intelectual da Alemanha nacional-socialista. Acreditava de pés juntos na supremacia branca, em especial dos alemães e dos escandinavos – negros e judeus seriamContinuar lendo “Quem é o nosso Spiritus Rector?”

Não é comigo …

“E não sobrou ninguém“  primeiro levaram os comunistas mas não me importei com isso eu não era comunista; em seguida levaram os sociais-democratas mas não me importei com isso eu também não era social-democrata; depois levaram os judeus mas como eu não era judeu não me importei com isso; depois levaram os sindicalistas mas nãoContinuar lendo “Não é comigo …”