O moleiro, seu filho e o burro (La Fontaine)

Li em algum lugar que um moleiro e seu filho, Um velho, o outro pequeno, e não muito criança, Garotinho de uns quinze anos, diz-me a lembrança, À feira iam vender seu asno, certo dia; Para ele parecer mais fresco e com mais brilho, Amarraram-lhe os pés, e suspenso ele ia; Pai e filho, depois,Continuar lendo “O moleiro, seu filho e o burro (La Fontaine)”

Renart, o raposo

A fábula Renart, o raposo, é uma das mais originais da Idade Média, apesar de ser inspirada na de Esopo. É o típico enganador, malandro – figura universal. Uma alusão a Métis, a deusa da astúcia (também da prudência, saúde, virtudes e proteção). Métis, a que tentou engabelar Zeus e se deu mal – ZeusContinuar lendo “Renart, o raposo”