A metafísica Kantica, por Fábio Adiron

Após comentar a filosofia de Pascal (ver link abaixo), Fábio mergulha no entendimento de Kant. Eis um “preâmbulo”: A metafísica Kantica (por Fábio Adiron) “Uma vez que Kant é um dos mais difíceis dos filósofos modernos, eu não posso esperar ter conseguido deixar seus pensamentos inteligíveis ao público em geral. Não me parece claro queContinuar lendo “A metafísica Kantica, por Fábio Adiron”

“A instrução é como a liberdade: ela não se dá, conquista-se” (Jacotot)

Joseph Jacotot era um pedagogo extravagante, do início do século XIX. No período pós-revolucionário, era aceito que a instrução seria um instrumento para a redução das desigualdades. O governo ficaria nas mãos da elite instruída, que se empenharia em desenvolver formas de instrução para os homens do povo, repassando os conhecimentos – só os necessáriosContinuar lendo ““A instrução é como a liberdade: ela não se dá, conquista-se” (Jacotot)”

Falando de Pascal, por Fábio Adiron

Argumentum ad Hominem (literalmente, argumento contra o homem) é um tipo de falácia de relevância, um subgrupo do que é conhecido no campo da lógica como falácias não-formais. Quando não tem mais argumentos para usar, um debatedor agressivo, em vez de refutar a verdade do argumento adversário, ataca diretamente o caráter pessoal do oponente. Blaise Pascal, matemático, físico, inventor, filósofo e escritor, foiContinuar lendo “Falando de Pascal, por Fábio Adiron”

O transcendentalismo absoluto, por Fernando Pessoa

Classificação dos sistemas filosóficos (Fernando Pessoa) “Na classificação dos sistemas filosóficos temos a considerar duas coisas: a constituição do espírito e a natureza da ideação metafísica. O espírito humano, por sua própria natureza de duplamente — interiormente e exteriormente — percipiente, nunca pode pensar senão em termos de um dualismo qualquer; mesmo que chegue aContinuar lendo “O transcendentalismo absoluto, por Fernando Pessoa”

Última Thule

Ultima Thule é um termo usado para se referir às terras mais distantes do mundo conhecido. Na Idade Média, denotava qualquer lugar além das “bordas do mundo conhecido”. Na mitologia grega, seria a capital de Hyperborea, supostamente o berço dos arianos. A Última Thule pode ser uma alegoria para a direção da ciência no seu rumoContinuar lendo “Última Thule”

“Conceito sem ação é vazio, ação sem conceito é cega.” (Kant)

Nesta semana vi um vídeo de um jovem empresário, bem sucedido, no qual ele ‘ensina’ que frequentar escolas (de negócios) é muito caro e perda de tempo. Ele recomenda que se trabalhe – mesmo de graça – ao lado de quem “já fez o o que você quer fazer”. Quatro anos trabalhando para pessoas comoContinuar lendo ““Conceito sem ação é vazio, ação sem conceito é cega.” (Kant)”

“Quando olhamos para dentro, nossa visão de fora se altera” (Joseph Pearce)

Participei ontem, 01 de julho, de uma conversa com meus amigos Adalmir Sampaio Gomes e Avelino Balbino. Fui muito prejudicado pela qualidade da internet, com várias quedas e atrasos no som e na imagem – padrão brasileiro. Falamos sobre tendências para os próximos anos. Pretensioso, mas necessário. Pensar sobre o futuro não nos obriga aContinuar lendo ““Quando olhamos para dentro, nossa visão de fora se altera” (Joseph Pearce)”