O mundo não é justo; só apertado

Jesus foi traído. Judas é o que foi escolhido para judas. Muitos o traíram; ele é traído por nós, por dois milênios, principalmente por seus ricos supostos representantes terrenos. O poder tem seus interesses, dinâmicos e desenfreados; esses interesses moldam a “justiça”. Nós, ah! nada somos. ” (…) Já há tantos séculos que a humanidadeContinuar lendo “O mundo não é justo; só apertado”

A verdade, reconheces?

Um político decorou um versículo e vive a repeti-lo: “… e conhecereis a verdade e a verdade vos libertará”, conforme João 8:32. Não viu o versículo anterior: “Se permanecerdes na minha palavra, sereis verdadeiramente meus discípulos”. Isso dá trabalho: requer abandonar a mentira como prática e ter pensamentos e atitudes cristãs. A liberdade a queContinuar lendo “A verdade, reconheces?”

Encontros com Jesus

Jesus ressuscitou. Sem isso, não haveria cristianismo. Cristo seria apenas mais um dos esquecidos “profetas” da sua época. Cleofas, seu tio (possivelmente irmão de José), foi um dos que o encontraram após a ressurreição. “Tu és o único forasteiro em Jerusalém que ignora os fatos que nela aconteceram nestes dias?” Assim perguntou Cleofas a Jesus,Continuar lendo “Encontros com Jesus”

Sobre a juventude de Jesus

“Terminando de fazer tudo conforme a Lei do Senhor, voltaram à Galiléia, para Nazaré, sua cidade. E o menino crescia, tornava-se robusto, enchia-se de sabedoria; e a graça de Deus estava com ele.” (Lucas 2, 39-40) Há uma grande lacuna sobre a infância e juventude de Jesus nos evangelhos canônicos. Os de João e MarcosContinuar lendo “Sobre a juventude de Jesus”

Nossa existência é algo bem maior

Sri Aurobindo foi poeta, filósofo e nacionalista (pela independência da Índia). Seu pensamento yogi, após abandonar a política, influenciou a muitos. “Nossa vida visívele as ações desta vidanão são mais que umasérie de expressões significativas,mas aquilo que ela tenta expressarnão está na superfície;nossa existência é algo bem maiorque este ser frontalaparenteque nós mesmos supomos sereContinuar lendo “Nossa existência é algo bem maior”

“… a distinção entre o bem e o mal é a parte mais fácil do exercício moral.” (Amós Oz)

Jesus disse: ” Perdoa-lhes, não sabem o que fazem”. Não sabem? Somos moralmente imbecis? Mas, muitos, acham que ao nos infligir alguma dor o faz pelo nosso bem! Acham que há um ordenamento “superior” que os guia. Ou que obedecem a leis, ordens, autorizações, que os livram do julgamento moral. São os “moralistas”, os queContinuar lendo ““… a distinção entre o bem e o mal é a parte mais fácil do exercício moral.” (Amós Oz)”

Judas merece uma chance?

“Sentido da minha obra: Tantos homens privados da graça? Como viver sem a graça? Devemos nos dedicar a isso E fazer o que o cristianismo nunca fez: ocupar-nos dos malditos.” (Albert Camus) Hoje, sábado de Aleluia, há a tradição da Malhação de Judas, trazida pelos portugueses. Costuma-se colocar máscaras ou nomes de políticos num bonecoContinuar lendo “Judas merece uma chance?”

A quem seguir?

Alguém, além de mim, já leu “Segredos de Liderança de Átila, o Huno”, de 1989? Curioso, lia sobre tudo e todos. Não recomendo o livro, claro. Só há ‘segredos’ no título, o resto é óbvio: lealdade, coragem, anseio, resistência emocional, vigor físico, empatia, poder de decisão, antecipação, sincronização, competitividade, autoconfiança, responsabilidade, credibilidade, tenacidade, confiabilidade …Continuar lendo “A quem seguir?”