A vida hesita

Que livro! Leyla Afife Kamile, carregava no nome a pretensão paterna. Leyla significava que ela levava a noite nos olhos; Afife, “casta, imaculada” e, Kamile, “perfeição”. Ela deveria ser pura como a água. Mas, nem toda água é pura. A história começa quando Leyla, agora Leila Tequila, está morta, numa lata de lixo, num subúrbioContinuar lendo “A vida hesita”