“General, o homem é muito útil/ Ele sabe voar e sabe matar/ Mas tem um defeito: Ele sabe pensar” (Brecht)

NÃO HÁ VAGAS O preço do feijãonão cabe no poemaO preço do arroznão cabe no poema Não cabem no poema o gása luzo telefonea sonegaçãodo leiteda carnedo açúcardo pão O funcionário públiconão cabe no poemacom seu salário de fomesua vida fechadaem arquivos Como não cabe no poemao operárioque esmerila seu dia de açoe carvãonas oficinasContinuar lendo ““General, o homem é muito útil/ Ele sabe voar e sabe matar/ Mas tem um defeito: Ele sabe pensar” (Brecht)”