É possível transplantar cultura?

Em meados dos anos 1920, Henry Ford tinha uma ideia fixa: precisava encontrar uma saída para o problema do suprimento de borracha para sua indústria. O látex era usado na fabricação de mangueiras, válvulas, gaxetas, fios elétricos e pneus, claro. Em 1921, a Ford detinha mais de 50% do mercado americano de carros, produzindo maisContinuar lendo “É possível transplantar cultura?”

Ford, o pacifismo e o antissemitismo

Henry Ford introduziu a produção em massa de automóveis. Tinha lá suas convicções sobre religião, história, política, guerra e os judeus. Ele se opôs a ambas as Guerras Mundiais em função de seu pacifismo geral. Fala-se, aliás, que em 1941, enviou uma carta para Mahatma Gandhi, na qual expressava sua admiração: “Você é um dosContinuar lendo “Ford, o pacifismo e o antissemitismo”