O tempo, por um poeta

Em 1922 começava a modernidade. Aqui, com a Semana de Arte Moderna. Na Europa, com o lançamento de Ulisses, de James Joyce e, com o poema Terra Devastada, de T. S. Eliot. Foi quando a linguagem se rebelou contra a tirania do tema e do personagem, e se tornou protagonista por mérito próprio, diz KevinContinuar lendo “O tempo, por um poeta”

Fé e moral

Em João 15-17, lê-se: “Este é o meu mandamento: que vos ameis uns aos outros.” Ou, Gálatas 5-14: “Pois toda a Lei está contida numa só palavra: Amarás a teu próximo como a ti mesmo.” Há outros textos que reforçam esse princípio de tolerância e respeito ao próximo. Bento XVI, anos atrás, lamentou-se sobre oContinuar lendo “Fé e moral”