“As glórias que vêm tarde já vêm frias” (Dirceu, de Marília)

Lygia Fagundes Telles é uma autora completa. Aos 97 anos, é a “dama da literatura brasileira”. Numa entrevista com Clarice Lispector, fala sobre o processo de criação: ” A gente exagera, inventa uma transparência que não existe porque – no fundo sabemos disso perfeitamente – tudo é sombra. Mistério. O artista é um visionário. UmContinuar lendo ““As glórias que vêm tarde já vêm frias” (Dirceu, de Marília)”