Natureza e desenvolvimento sem antagonismo

A concentração de CO2 na atmosfera superou 420 ppm (partes por milhão) em maio do ano passado, segundo a NOAA (Administração Oceânica e Atmosférica dos EUA, em inglês). Este é o maior índice desde o começo das mensurações. Ao longo da história pré-industrial as concentrações se mantiveram consistentemente em torno das 280 ppm, por quaseContinuar lendo “Natureza e desenvolvimento sem antagonismo”