A História é filha de seu tempo (Lucien Febvre)

Na Bíblia, o gênero apocalíptico é diferente do profético? Dizem que os profetas sonhavam ou ouviam as revelações divinas; o autor de um apocalipse, por sua vez, recebia suas revelações em forma de visões e as registrava em livro. Tudo simbólico; haja intérpretes. Há vários apocalipses apócrifos; no cânon, só o Apocalipse de João deContinuar lendo “A História é filha de seu tempo (Lucien Febvre)”

O Brasil que pouco se vê

O Brasil não é fácil de se entender. Para mim, pelo menos. O Brasil produzirá 260 milhões de toneladas de grãos nesta safra e se ufana de garantir a segurança alimentar de um sexto da população mundial, conforme falou o presidente na ONU em setembro do ano passado: “No Brasil, apesar da crise mundial, aContinuar lendo “O Brasil que pouco se vê”

Miséria

Por volta do ano 1000, sobreviver era para poucos, e por pouco tempo; as pessoas morriam aos 30 anos, em média. Guerras, pestes, explorações e fome. A produtividade da terra era proporcional à tecnologia disponível. Os camponeses lavravam a terra com arados dotados de uma relha em madeira endurecida ao fogo, como ainda se vêContinuar lendo “Miséria”

Uma visão mais ampla

A Organização Mundial do Trabalho prevê que as horas de trabalho globais no segundo trimestre de 2020 fiquem 10,5% abaixo dos níveis pré-crise, o que equivale à perda de mais de 300 milhões de empregos a tempo integral. E, pela primeira vez neste século, a pobreza global está subindo. A recessão global poderá reverter até três décadasContinuar lendo “Uma visão mais ampla”