“Um homem notável tem filhos notáveis”

Assim pensava sir Francis Galton, um dos propulsores da eugenia, com suas ideias sobre determinismo biológico. Era primo de Darwin. Galton era um polímata – um gênio, diriam, ou “o cão chupando manga”, na minha região – com um Q.I. de quase 200: médico, cientista, meteorologista, estatístico (os conceitos de ‘correlação’ e ‘regressão à média’Continuar lendo ““Um homem notável tem filhos notáveis””