Sobre o bem e o mal

“Do bem e do malTodos tem seu encanto: os santos e os corruptos.Não há coisa na vida inteiramente má.Tu dizes que a verdade produz frutos…Já viste as flores que a mentira dá?” (Mário Quintana) “O bem é um mal necessário. Se não existisse o bem, ou a ideia dele, não conheceríamos o mal, portanto oContinuar lendo “Sobre o bem e o mal”

“A obtenção do sucesso também é o começo de uma linda neurose.” (Freud)

Epicuro, criador da escola “hedonista”, era considerado, com desmedida fúria, inimigo da Santa Igreja, pela simples razão de que atribuía a infelicidade dos homens ao duplo medo, da morte e dos deuses. Ele, com sua doutrina, interveio para salvar a humanidade, e desafiar a religião, a fim de trazer aos homens a luz do conhecimentoContinuar lendo ““A obtenção do sucesso também é o começo de uma linda neurose.” (Freud)”

Epicuro e o medo da morte

Morrer faz parte. Mas não é uma ideia confortável para os que amam viver. Somos um evento fugaz na infinita história do Universo. Nossa existência, agradável para uns e incômoda para tantos, virará memória, que também se dissipará. O tempo apaga até amor eterno. Apesar disso, não há golpe maior na vida do que oContinuar lendo “Epicuro e o medo da morte”

Alguns caminhos do saber

“Os velhos deuses estão mortos, ou estão morrendo, e em toda parte as pessoas perguntam: qual será a nova mitologia, a mitologia da terra unificada como um ser harmônico?” (Joseph Campbell) Os “hilozoístas”, pré-socráticos, acreditavam que toda a realidade – não só as espécies vivas – tinham ‘sensibilidade’; toda a matéria seria viva, animada porContinuar lendo “Alguns caminhos do saber”