Budismo e ciência

“A religião do futuro será cósmica, transcendendo a ideia de um Deus existindo em pessoa e nascida da experiência de todas as coisas, naturais e espirituais. Se existe uma religião que poderia estar de acordo com os imperativos da ciência moderna, é o budismo.” (Einstein) O budismo é uma filosofia, ou se quiser, uma religião não teísta,Continuar lendo “Budismo e ciência”

Consiliência

O físico e historiador Gerald Holton cunhou a expressão ENCANTAMENTO JÔNICO, que considera a unidade das ciências; uma convicção de que o mundo é ordenado e pode ser explicado por um pequeno número de leis naturais. Einstein tinha esse ‘encantamento’. A referência é aos chamados filósofos pré-socráticos que habitaram a Jônia, província grega na costaContinuar lendo “Consiliência”

O universo tende para o homem?

“Penso que a tarefa do século vindouro, perante a mais terrível ameaça já conhecida pela humanidade, vai ser a de reintegrar os deuses.” (André Malraux) Newton (1643-1727) acreditava que o universo seria uma imensa máquina composta por partículas materialmente inertes, submetidas a forças cegas. A partir de um pequeno conjunto de leis físicas, toda aContinuar lendo “O universo tende para o homem?”

Viajar, no tempo

Resolvi rever o filme Interestelar (2014), de Christopher Nolan, baseado nos trabalhos do físico teórico Kip Thorne. Num futuro próximo, após a humanidade avançar de forma não retroativa no projeto de deixar a Terra inabitável, a saída aparece como a ‘colonização’ de outros planetas. Como, aliás, como já alertava Ray Bradbury nas suas Crônicas Marcianas,Continuar lendo “Viajar, no tempo”

“Você acredita num Deus que joga dados, e eu em lei e ordem absolutas” (Einstein, para Max Born)

“Ao mostrar que certos sistemas determinísticos têm limites formais de previsibilidade, Lorenz colocou o último prego no caixão do universo cartesiano e fomentou o que alguns chamaram de terceira revolução científica do século 20, no encalço da relatividade e da física quântica.” (Kerry Emanuel) Edward Lorenz foi, praticamente, o cientista que desenvolveu a “teoria doContinuar lendo ““Você acredita num Deus que joga dados, e eu em lei e ordem absolutas” (Einstein, para Max Born)”

Os quatro maiores judeus

Stephen S. Wise contou a seguinte história, a respeito de si próprio. “Estava em Viena e visitou Sigmund Freud. Durante a conversa, Freud perguntou a Wise, a quem ele considerava serem os quatro maiores judeus, no mundo. Bem, respondeu Wise, consideraria ao senhor e a Einstein como os dois primeiros, Brandeis e, penso, Weizmann, comoContinuar lendo “Os quatro maiores judeus”