Pioneiro, esquecido

João de Vasconcelos Sobrinho (1908-1989), pernambucano: a ele deve-se o mérito do pioneirismo nos estudos sobre ecologia (concomitantemente com Lutzenberger) e desertificação no Brasil. É considerado uma das maiores autoridades em ecologia da América Latina. Foi um dos fundadores da Universidade Federal Rural de Pernambuco (onde criou a disciplina “Ecologia Conservacionista”), do Instituto Brasileiro deContinuar lendo “Pioneiro, esquecido”

“A Alemanha fez penitência pelo holocausto. Mas o Brasil ainda deve a sua pelo que fez com os índios e os negros.” (Lutzenberger)

“A sociedade de consumo é, no fundo, uma religião fanática, um fundamentalismo pior do que o do Bin Laden. Está arrasando o planeta.” “Em Brasília, todos são cínicos e não entendem como você não possa ser.” (sobre sua passagem como ministro do governo Collor) Eu era jovem, acreditava nas pessoas e no Brasil (tinha saídoContinuar lendo ““A Alemanha fez penitência pelo holocausto. Mas o Brasil ainda deve a sua pelo que fez com os índios e os negros.” (Lutzenberger)”

A flor da lua

Margaret Mee morreu na Inglaterra em 1988, em um acidente de automóvel. Dedicara sua vida à documentação e à defesa da biodiversidade da flora brasileira e à conservação de seus ecossistemas. Seus desenhos e pinturas, feitos com grande habilidade e enorme quantidade de detalhes, foram essenciais para o bom desenvolvimento do conhecimento botânico no Brasil.Continuar lendo “A flor da lua”

A natureza é o limite

“Diferentemente do passado, o homem terá de retornar à ideia de que sua existência é uma dádiva do Sol.” (Nicholas Georgescu-Roegen) Georgescu-Roegen. Volto a falar sobre ele. Alguém precisa falar sobre esse visionário. Numa época em que a força motriz, o discurso e os sonhos dos políticos eram centrados no crescimento econômico – desenfreado eContinuar lendo “A natureza é o limite”