“Sorte imensa/ E vazia/ Tu, roda volúvel/ És má/ Vã é a felicidade/ Sempre dissolúvel”

Carmina Burana, ou “Canções de Beuern” (uma redução de Benediktbeuern, município na Baviera), é o título de 254 poemas e textos dramáticos dos séculos XI e XII. Vinte e quatro poemas dos Carmina Burana foram musicalizados por Carl Orff, em 1936. Fortuna, a Sorte, nos acompanha. Nos precede, aliás. Onde nascemos já é sua interferência. Quem encontramos naContinuar lendo ““Sorte imensa/ E vazia/ Tu, roda volúvel/ És má/ Vã é a felicidade/ Sempre dissolúvel””