Amigos

Amigos, tenho poucos. O bastante. Não confundo civilidade e humanidade com amizade. Conheço muitas pessoas – das quais logo esqueço os nomes -, mas amigos … sempre poucos e menos. Amizade requer uma carga de amor e desprendimento que, se excessiva, nos apaga. Os colegas no trabalho, os conhecidos por razões várias, os que eventualmenteContinuar lendo “Amigos”