“Com um movimento de recuo podemos perceber este mundo como um todo, dizem os aborígines australianos”

Philippe Descola é um antropólogo francês, agora professor no prestigiado Collège de France. Ele realizou um estudo etnográfico de 1976 a 1979 com o povo indígena Achuar, que vive na floresta amazônica entre o Peru e o Equador. Os Achuar fazem parte do grupo Jivaros, anteriormente conhecido como guerreiros e caçadores de cabeças. É comContinuar lendo ““Com um movimento de recuo podemos perceber este mundo como um todo, dizem os aborígines australianos””

O fim de mais uma etnia

Aruká Juma tinha entre 86 e 90 anos. Era o último falante da língua do povo Juma. Ele morreu de Covid-19 em fevereiro, em Porto Velho, Rondônia. Com ele desaparece a etnia Juma. O povo Juma contava com cerca de 15 mil pessoas no século XVIII. Foi sendo devastado por doenças e conflitos com seringueiros,Continuar lendo “O fim de mais uma etnia”

Povos primitivos?

Em 1960, Claude Lévi-Strauss foi entrevistado por Georges Charbonnier. Selecionei um trecho de suas respostas quando questionado sobre “povos primitivos”. Ele faz uma analogia: considera os “primitivos” como uma máquina mecânica e, as sociedades “modernas” como termodinâmicas, movidas a vapor. “… As primeiras (primitivas) são as que utilizam a energia que lhes foi fornecida inicialmenteContinuar lendo “Povos primitivos?”