Saga da Amazônia

“A Amazônia é como uma mulher sedutora: seus cronistas parecem não resistir a considerar a selva não um sistema ecológico, mas um território metafísico de teste, um lugar que induz o homem a impor sua vontade somente para mostrar sua impotência.” (Greg Grandin) Os invasores sempre pagam um preço por sua agressão. Se não osContinuar lendo “Saga da Amazônia”

“A Amazônia já era!”

Nos anos 70, a ditadura militar anunciava nas principais revistas da época que o “Inferno Verde” seria integrado. O inferno era a Amazônia. Para garantir a ‘segurança nacional’ – o mantra que tudo justificaria – a região precisava ser ocupada (antes, naturalmente, desmatada e seus ocupantes originais cederiam espaço aos novos desbravadores). Era necessário “protegerContinuar lendo ““A Amazônia já era!””

Não é só um mico

O mico-leão está em processo de ‘integração’. Emigrou para a floresta amazônica para provar que lá não há incêndios. Os militares estão ‘tratando’ a questão amazônica como nunca fizeram, nem durante a ditadura. A Amazônia retoma seu processo de Integração Nacional. Logo farão mais transamazônicas. Há uma paranoia de que países ricos querem tomar aContinuar lendo “Não é só um mico”

Amazônia

Pesquisa recente indica que 88% dos entrevistados estão preocupados com a situação da floresta amazônica e insatisfeitos com sua atual política de preservação. Para Mourão, tratá-se de uma “turma que fala muito”. Por que achamos que a Amazônia importa? Um resumo: no rio Amazonas corre quase um quinto de toda água de rio do mundo;Continuar lendo “Amazônia”

Desmatamento zero

“O vice-presidente Hamilton Mourão está de olho na proposta da ministra da Agricultura, Tereza Cristina, de adoção oficial de meta “desmatamento zero” na Amazônia. Ele é o presidente do Conselho Nacional da Amazônia Legal. A proposta foi defendida em 2019 pelo ex-ministro da Luís Fernando Cirne Lima na Frente Parlamentar da Agropecuária, quando a atualContinuar lendo “Desmatamento zero”

Mais inimigos

“É com profunda preocupação que temos acompanhado o aumento do desmatamentono Brasil. Como instituições financeiras, que têm o dever fiduciário de agir nomelhor interesse de nossos clientes a longo prazo, reconhecemos o papel crucial queas florestas tropicais desempenham no combate às mudanças climáticas, na proteçãoda biodiversidade e no fornecimento de serviços ecossistêmicos. O Brasil temContinuar lendo “Mais inimigos”