Edição genética

No ano passado, duas mulheres – Emmanuelle Charpentier e Jennifer Doudna – ganharam o Nobel de Química, pela descoberta da tesoura genética ou molecular, conhecida como CRISPR/Cas. Segundo o júri, essa premiação objetivava recompensar “o desenvolvimento de um método de edição de genes que contribui para o desenvolvimento de novas terapias contra o câncer eContinuar lendo “Edição genética”

Por medidas efetivas de combate à pandemia

Economistas e banqueiros renomados divulgaram uma Carta Aberta neste domingo (21/03/21) em que exigem dos governantes brasileiros medidas efetivas contra o avanço do coronavírus no país. Entre os nomes que referendam a carta estão os ex-ministros da Fazenda Pedro Malan, Maílson da Nóbrega, Marcílio Marques Moreira e Ruben Ricupero, e os ex-presidentes do Banco CentralContinuar lendo “Por medidas efetivas de combate à pandemia”

A economia e a morte

A vida ou a economia! Muitos ainda têm esse dilema entranhado no consciente a partir de arquétipos inconscientes. Poderosos dizem: a economia garante a vida! Se pensarmos um pouco veremos que é o contrário. Para ilustrar o raciocínio de que o sustento econômico é a garantia da vida, apela-se para as desigualdades sociais, que seContinuar lendo “A economia e a morte”

Nano

A nanotecnologia está conseguindo atrair conhecimentos estanques numa convergência (holística?) entre as várias especialidades: eletrônica, computação, física, matemática, química, materiais, engenharias, biologia, agricultura, medicina … É a nanociência. Muita coisa dela se espera. Esclarecendo: nano diz respeito à natureza na sua dimensão invisível diretamente. Refere-se a coisas expressas em bilionésimos de metro: Nano = umaContinuar lendo “Nano”

We are hiring!

O vice-presidente, Mourão, atribuiu à população brasileira responsabilidade sobre o quadro que o Brasil enfrenta: “A nossa população não gosta de respeitar regras, não é da natureza do nosso povo. O nosso povo é um povo mais libertário, gosta de circular pelas ruas e de fazer festa. Em um momento em que se tem queContinuar lendo “We are hiring!”

A morte não é um fracasso

Esclarecendo: lembrar a naturalidade da morte não significa encara-la como banalidade, como autoridades têm feito. A morte “natural” é normal. Aquela provocada por descaso é crime. Mas, e o cuidado extremo, que procura prolongar a vida quando esta – dignamente – já se foi? Quando paciente e médico correm atrás de uma ilusão? Devemos, mesmo,Continuar lendo “A morte não é um fracasso”

A gripe americana

A chamada Gripe Espanhola começou nos EUA. Especificamente, numa unidade militar do Kansas; viajou para a Europa durante a I Guerra Mundial levada pelas tropas americanas e de lá se transformou numa pandemia. A partir do primeiro surto, em janeiro e fevereiro, ela desapareceu daquele local. Se os pacifistas tivessem prevalecido, e os EUA nãoContinuar lendo “A gripe americana”

A culpa é do Raul!

O dia do lockdown está próximo. Confinamento. O sucesso do vírus depende de nossa presunção de que ele não existe. Suas variantes dependem do espraiamento. O vírus sabe que nós – os sapiens – acreditamos que a culpa não é dele, do vírus, mas de bodes, expiatórios? O sapiens acredita nas determinações de um serContinuar lendo “A culpa é do Raul!”

O Plasma de Quinton

A expressão “Pois tu és pó e ao pó tornarás“, citada em Gênesis 3-19, é controversa. Adão veio da terra, mas Eva não! Talvez Deus quisesse se referir à Terra, especificamente ao mar. O pó (argila) poderia ser a lama marinha. Deixando as hipóteses de Criacionismo ou outras, como a Panspermia, admite-se que a vidaContinuar lendo “O Plasma de Quinton”

A culpa agora é da Anvisa!?

O presidente diz que nunca foi contra vacinas. Há quem acredite. Há quem acredite nele! Ele sempre menosprezou as vacinas, principalmente a Coronavac, da Sinovac com parceria do Instituto Butantã. Ele e sua camarilha a chamavam de ‘vachina’ – tratamento depreciativo à China – ou ‘vacina do Dória’, possível oponente em 2022. Já no inícioContinuar lendo “A culpa agora é da Anvisa!?”