“Eu acredito que a educação deve ser concebida como uma reconstrução contínua, que o processo e o objetivo da educação são iguais.” (John Dewey)

Tara Westover obteve, em 2014, o título de doutora aos 27 anos de idade, na Universidade de Cambridge – uma das mais prestigiadas do mundo. Não é fácil, é para poucos, mas, o estranho é que ela não teve qualquer educação formal na infância ou feito o ensino médio. Tara era a mais nova entreContinuar lendo ““Eu acredito que a educação deve ser concebida como uma reconstrução contínua, que o processo e o objetivo da educação são iguais.” (John Dewey)”

Significado na vida

Clayton Christensen foi o autor de ‘O Dilema da Inovação‘, que introduziu a noção de ‘inovação disruptiva‘, no final dos anos 90. Todos conhecem o conceito. Não vou falar sobre isso, mas sobre um livro que lançou em 2011: “Como Avaliar sua Vida?“. Um ano antes, ele já estava lutando contra um linfoma, semelhante aoContinuar lendo “Significado na vida”

Um dos pioneiros do conservacionismo

Na Vila Mariana, em São Paulo, há uma rua com nome complicado: rua Alberto Loefgren. Poucos sabem de quem se trata – como aliás ocorre com a vasta maioria dos nomes de ruas em nossas cidades; só a cidade de São Paulo tem cerca de 50 mil logradouros. Mas, nessa época de devastação consentida deContinuar lendo “Um dos pioneiros do conservacionismo”

República digital

A Estônia tem uma área um pouco superior à do estado do Rio de Janeiro e uma população próxima à de Porto Alegre. Foram independentes entre 1918 e 1940. Após a II Guerra, passaram a ser um dos satélites da URSS. Voltaram a ser independentes em 1992. A matéria abaixo fala do empenho dos estonianosContinuar lendo “República digital”

O Turista aprendiz

1927. Mário de Andrade sai da Paulicéia e passa a conhecer o Brasil, ficção para a maioria dos ‘sulistas’. Regiões ‘remotas’, tradições peculiares … um outro Brasil. Antes, em abril de 1924, Mário voltara a Minas na “viagem da descoberta do Brasil”, quando o grupo modernista paulistano, a mecenas Olívia Guedes Penteado e amigos percorramContinuar lendo “O Turista aprendiz”

Um balanço do governo

O ‘plano’ de governo do presidente Jair Bolsonaro foi anunciado como autoritário, conservador, paladino no combate a corrupção e seus agentes (identificados como “a velha política”), foco na segurança pública, ultraneoliberal e pró-Estados Unidos. Na economia, o plano era personificado no Paulo Guedes, que tinha um programa audacioso: o “Projeto Fênix”, lembram? De todos osContinuar lendo “Um balanço do governo”

Sobre a China

“Em 1949, somente o socialismo poderia salvar a China; em 1979, somente o capitalismo poderia salvar a China; em 1989, somente a China poderia salvar o socialismo; em 2009, somente a China poderia salvar o capitalismo …” (Dito popular na China) Nós, brasileiros, conhecemos pouco sobre a China. Também sobre nós mesmos, mas falemos daContinuar lendo “Sobre a China”

Um ‘agitador’ no início do século passado

Houve uma época em que os operários queriam ter voz! Na República Velha (1889-1930), quando os governos oligárquicos tratavam a questão social como “caso de polícia” (acabou?), trabalhadores queriam reduzir a jornada para oito horas diárias e melhorias no ambiente de trabalho! Os imigrantes, principalmente espanhóis e italianos, não eram tão dóceis quanto o desejado.Continuar lendo “Um ‘agitador’ no início do século passado”

Um divulgador da ciência

Bernard le Bovier de Fontenelle influenciou com sua obra as grandes personalidades do Iluminismo. Sabia transmitir as ideias, mesmo as científicas e elaboradas eruditamente, de uma forma bastante palatável e compreensível para a maioria das pessoas na sociedade. Se as ciências em geral e a filosofia, em especial, se tornaram populares na França, foi graçasContinuar lendo “Um divulgador da ciência”

“Você gostaria que seu filho se tornasse um professor?” (Andreas Schleicher)

Não tenho dados para afirmar qual seria a maioria das respostas, mas posso opinar. Acho que poucos desejariam que houvessem professores na família. Há países, entretanto, em que professor é mais respeitável do que muitas outras profissões. E os melhores a preferem. A Coreia do Sul, por exemplo, onde os professores são tratados com grandeContinuar lendo ““Você gostaria que seu filho se tornasse um professor?” (Andreas Schleicher)”