“Desde que Adão era cadete”

Corrupção, em suas várias formas, é coisa antiga. Nalguns locais, com bom clima, ela produz safras diárias. Ao acordar, ligo o noticiário para saber quem foi preso. À noite, descubro os que foram soltos. Hoje, 29 de setembro, a ação da PF foi no Pará: o STJ vê  ‘robustos indícios da anuência e participação’ doContinuar lendo ““Desde que Adão era cadete””

Terra arrasada

O Conama (Conselho Nacional do Meio Ambiente), entre outras medidas de ‘desregulamentação’, decidiu por acabar com as regras de proteção a restingas e manguezais. Só de mangues são cerca de 1,2 milhões de hectares em quase todo o litoral brasileiro. O pessoal da carcinicultura (camarões criados em viveiros) e do setor imobiliário não reclamarão. OContinuar lendo “Terra arrasada”

‘Trabalhar juntos’

Extravagante, aventureiro, criador … também escritor, educador, reformador social, ceramista e membro do Partido Comunista da China por 60 anos, até sua morte em 1987. Rewi Alley era neozelandês e adotou a China como lar. Uma história interessante. Era um homem que seus admiradores consideravam quase divino, e seus adversários, um charlatão, um propagandista traiçoeiro,Continuar lendo “‘Trabalhar juntos’”

“Outro dia, quando saí para tomar um pouco de ar perto da casa de Tom Paine …” (Bob Dylan)

Thomas Paine era britânico. Viveu entre 1737 e 1809. Participou de duas revoluções, a da Independência americana (é um dos Pais Fundadores dos Estados Unidos) e da Revolução Francesa. “Participar em duas revoluções é viver para algum propósito”, escreveu para Washington. Não era um revolucionário “radical”; só queria liberdade, paz universal, civilização e comércio. SuaContinuar lendo ““Outro dia, quando saí para tomar um pouco de ar perto da casa de Tom Paine …” (Bob Dylan)”

Certezas e absolutos

A realidade “ficcional” e a “real” se confundem num mundo cada vez mais virtual, aponta Byung-Chul Han. As saídas assumem, em geral, o papel de fugas. O pensar virou um palavrão, coisa de ‘intelectual’, outro nome para ‘inútil’, e impõe-se que só se permite duvidar das opiniões dos outros, nunca das próprias (introjetadas). O mundoContinuar lendo “Certezas e absolutos”

Calando-se o Inpe, acaba essa história de queimadas

O governo sabe das queimadas. Gostaria que a população – interna e externamente – não soubesse. Não posso dizer que sejam intencionais, nem que o governo as patrocine, ou estimule. A solução seria ter uma agência dócil, que só divulgasse o que o governo queira, a “verdade oficial”. A ideia está queimando os neurônios oficiais.Continuar lendo “Calando-se o Inpe, acaba essa história de queimadas”

A balança

40% dos adultos e 20% das crianças são obesas nos Estados Unidos. A Escola de Saúde Pública de Harvard estima que os americanos obesos serão quase 50% da população americana em 2030, se as tendências atuais continuarem. Cerca de um quarto da população terá obesidade grave. O número total de pessoas obesas no país passaria deContinuar lendo “A balança”

Thwaites, a “geleira do Juízo Final”

Nada demais. No começo do ano, uma sonda registrou pela 1ª vez a presença de água mais quente debaixo da geleira “Thwaites” (considerada a “geleira do Juízo Final“) , um indício da dimensão da rapidez de seu processo de degelo. O colapso da Thwaites poderia elevar o nível do mar em mais de meio metro. Continuar lendo “Thwaites, a “geleira do Juízo Final””

“São os professores, somente eles, quem libertam os povos e transformam as coletividades em verdadeiras nações.” (Mustafa Kemal Atatürk)

Mustafa Kemal Atatürk, foi marechal e revolucionário turco. Fundou a República da Turquia, após o fim do Império Otomano. Atatürk era iluminista e positivista, como a maioria de nossos militares, “fundadores” de nossa república. E, era uma referência para os “tenentes” da década de 1920, que entendiam que os interesses do país e os dasContinuar lendo ““São os professores, somente eles, quem libertam os povos e transformam as coletividades em verdadeiras nações.” (Mustafa Kemal Atatürk)”

“Nós não temos dinheiro, então nós temos que pensar” (Ernest Rutherford)

Ernest Rutherford era físico, mas ganhou o Nobel de Química em 1908 e, depois, idealizou o “modelo atômico” com um núcleo positivo e elétrons orbitando. Proferiu a frase acima quando do recebimento do Nobel. Como sempre, a importância da ciência e, por conseguinte, da educação, não é óbvia para a maioria da população e dosContinuar lendo ““Nós não temos dinheiro, então nós temos que pensar” (Ernest Rutherford)”