Obviedades

A democracia não é garantia de baixa desigualdade. Depende da força de seus atores. Ela é facilmente e comumente dominada pelos poderosos, políticos e seus financiadores. Temos uma democracia dos 1%, para os 1% e pelos 1%. Da mesma forma, também os regimes autoritários – mesmo os de fachada socialista. Óbvio. Na democracia, pelo menos,Continuar lendo “Obviedades”

Perpetuação da pobreza

O presidente, com seu olhar especial, só vê quem “aumentou um pouquinho de peso” em função das medidas de distanciamento mas, não vê a mortandade decorrente da pandemia, que aliás, diz que pode resolver esse “problema do vírus em poucos minutos”. Parece ignorar também que, segundo a Rede Brasileira de Pesquisa em Soberania e SegurançaContinuar lendo “Perpetuação da pobreza”

Concentração fundiária

“Precisamos, precisamos esquecer o Brasil! Tão majestoso, tão sem limites, tão despropositado, ele quer repousar de nossos terríveis carinhos. O Brasil não nos quer! Está farto de nós! Nosso Brasil é no outro mundo. Este não é o Brasil. Nenhum Brasil existe. E acaso existirão os brasileiros?” (Trecho de Hino Nacional, de Carlos Drummond deContinuar lendo “Concentração fundiária”

O Brasil que pouco se vê

O Brasil não é fácil de se entender. Para mim, pelo menos. O Brasil produzirá 260 milhões de toneladas de grãos nesta safra e se ufana de garantir a segurança alimentar de um sexto da população mundial, conforme falou o presidente na ONU em setembro do ano passado: “No Brasil, apesar da crise mundial, aContinuar lendo “O Brasil que pouco se vê”

Por medidas efetivas de combate à pandemia

Economistas e banqueiros renomados divulgaram uma Carta Aberta neste domingo (21/03/21) em que exigem dos governantes brasileiros medidas efetivas contra o avanço do coronavírus no país. Entre os nomes que referendam a carta estão os ex-ministros da Fazenda Pedro Malan, Maílson da Nóbrega, Marcílio Marques Moreira e Ruben Ricupero, e os ex-presidentes do Banco CentralContinuar lendo “Por medidas efetivas de combate à pandemia”

A economia e a morte

A vida ou a economia! Muitos ainda têm esse dilema entranhado no consciente a partir de arquétipos inconscientes. Poderosos dizem: a economia garante a vida! Se pensarmos um pouco veremos que é o contrário. Para ilustrar o raciocínio de que o sustento econômico é a garantia da vida, apela-se para as desigualdades sociais, que seContinuar lendo “A economia e a morte”

Risco climático é risco de investimento

Em 2019, levantou-se que o BlackRock, maior fundo de investimentos mundial, havia perdido US$ 90 bilhões nos dez anos anteriores por ignorar o sério risco financeiro incorrido nos investimentos em empresas de combustíveis fósseis. “O BlackRock exerce uma enorme influência e assume uma enorme responsabilidade para com a comunidade em geral. Ele tem o poderContinuar lendo “Risco climático é risco de investimento”

A arrogância é aliada da ignorância

A História traz lições para os que, humildemente, se abrem para entender nossos erros e acertos. Por outro lado, a arrogância é aliada da ignorância. Ou seja, mesmo os que absorvem conhecimentos podem soçobrar à soberba. Vejamos, rapidamente, um pouco da história recente chinesa. No século XIX, o reduzido comércio da China com o OcidenteContinuar lendo “A arrogância é aliada da ignorância”

Sem rumo

O grande mal do país, desde sempre, chama-se “atraso”. Atrasos econômico, social, tecnológico e cultural. Começamos com o pé errado: nossa colonização foi voltada à “exploração” local. Os países que não ficaram no subdesenvolvimento tiveram um processo colonizador diferente, o de “povoamento“, que visava trazer desenvolvimento à colônia. Após os vários ciclos exploratórios (pau-brasil, ouro,Continuar lendo “Sem rumo”

Progresso contínuo

Steven Pinker defende que a espécie humana nunca esteve tão bem e, isso seria devido aos valores do Iluminismo europeu do século XVIII. Ele glorifica a abordagem neoliberal e tecnocrática predominante como solução dos problemas do mundo: foi a única que já funcionou e vai continuar conduzindo a humanidade em uma trajetória triunfante. A ciênciaContinuar lendo “Progresso contínuo”