“A maior nobreza dos homens é a de erguer sua obra em meio à devastação” (Sabato)

(Ernesto Sabato, 1911-2011)

Ernesto Sabato viveu cem anos. Doutor em física, abandonou a ciência aos 30 anos para dedicar-se à literatura.

Estava convencido de que “a razão não serve para a existência”. Nos últimos anos via o mundo moderno em tons sombrios, tempos de crises em que um certo racionalismo parece disposto a usurpar o espaço da espiritualidade: a suposta “luz da ciência” parece levar o homem a um abismo de abstração e treva.

Na sua autobiografia, “Antes do fim”, escrita aos 86 anos de idade, o que o motiva é “talvez ajudar a encontrar um sentido transcendente neste mundo repleto de horrores, de traições, de inveja; desamparos, torturas e genocídios. Mas também de pássaros que levantam meu ânimo quando ouço seus cantos, ao amanhecer …”

Num dos seus Diálogos com Jorge Luis Borges, comentou sobre a Revolução Francesa: “Decapitaram meia França em nome da Razão. Cada vez que os teóricos invocam o homem com H maiúsculo, deve-se tremer: ou guilhotinam milhares de homens com minúscula ou os torturam em campos de concentração.”

O mesmo valeria para “pessoas de bem”, no lugar de “teóricos”.

Borges acrescentou: “As ideias nascem doces e envelhecem ferozes”, de quem não lembrava o autor.

Perguntou-se a Borges que opinião ele tinha sobre Deus.

“É a criação máxima da literatura fantástica! O que Wells, Kafka ou Poe imaginaram não é nada comparado com o que a teologia imaginou. A ideia de um ser perfeito, onipotente, todo-poderoso é realmente fantástica!”, respondeu.

Sabato acrescentou: “É, mas poderia ser um Deus imperfeito. Um Deus que não possa administrar bem o assunto, que não tenha podido impedir os terremotos. Ou um Deus que dorme e tem pesadelos ou acessos de loucura: seriam as pestes, as catástrofes …”

Borges completou: “Deus está se fazendo”, citando Bernard Shaw.

Sabato: “É um pouco a ideia de Strindberg, a ideia de um Deus histórico. De qualquer forma, as coisas ruins não provam a inexistência de Deus, nem sequer a de um Deus perfeito. O senhor acaba de insinuar que acredita mais nos budistas. Se uma criança morre, de modo aparentemente injusto, pode ser que esteja pagando o pecado de uma vida anterior. Também é possível que nós não entendamos os desígnios divinos (que pertencem a um mundo transfinito), mediante a nossa mentalidade feita para um universo finito.”

(Angeli, 2003)

Publicado por Dorgival Soares

Administrador de empresas, especializado em reestruturação e recuperação de negócios. Minha formação é centrada em finanças, mas atuo com foco nas pessoas.

Um comentário em ““A maior nobreza dos homens é a de erguer sua obra em meio à devastação” (Sabato)

  1. O centenário Ernesto Sábado percebeu que as ciências exatas não ia ao encontro daquilo que vivenciou nos anos atuais , partindo para as ciências humanas.

    Ernesto Sabato  Doutor em física, abandonou a ciência aos 30 anos para dedicar-se à literatura, afirmando que
    “a razão não serve para a existência”. Afirma ainda nos “últimos anos que via o mundo moderno em tons sombrios, tempos de crises em que um certo racionalismo parece disposto a usurpar o espaço da espiritualidade: a suposta “luz da ciência” parece levar o homem a um abismo de abstração e treva.”
    Certamente tem razão nesse aspecto, apesar de ser contrária a “Lei de Darwin” por aspectos puramente espirituais. Sabato acrescentou: “É, mas poderia ser um Deus imperfeito. Um Deus que não possa administrar bem o assunto, que não tenha podido impedir os terremotos. Ou um Deus que dorme e tem pesadelos ou acessos de loucura: seriam as pestes, as catástrofes …” discordo da afirmação de Sabato, porém o mesmo se esquece que Deus é Soberano. Não podemos determinar o que o Ser Supremo faça ou não. É muito triste ver certas coisas e se Sabato estivesse vivendo essa crise caótica que estamos vivendo faria esse mesmo questionamento diante do vírus e a fome que assola o Mundo. Repito: Temos que aceitar que Deus Soberano , é quem comanda essa nossa “nau” que se encontra a naufragar. Não sou pessimista , mas não vejo saída para o “Mundo em Caos” senão a interferência de um ser Divino e Superior para colocar esse Mundo nos eixos. E não estou aqui me referindo apenas ao Brasil. O Mundo 🌎 inteiro está um caos. Razão porque prefiro ainda discordar de Darwin, caso contrário e não sendo pessimista , somente um “Ser Superior ” dará cabo ao desalinho mundial. Termino não concordando com a afirmação de Sabato “É, mas poderia ser um Deus imperfeito. Um Deus que não possa administrar bem o assunto, que não tenha podido impedir os terremotos. Ou um Deus que dorme e tem pesadelos ou acessos de loucura: seriam as pestes, as catástrofes …” coitado de Sabato , mal sabia ele em 2011 quando faleceu que nossos males , são consequências de nosso descaso com todo o nosso planeta. E o homem é provido de “livre arbítrio ” até mesmo para destruir o mundo 🌎 que Sabato viveu. Muito bom o texto . Parabéns Dorgival Soares por trazer um assunto tão latente.
    E mais, quando centenas de pessoas equivocadamente atribui ao “Ser Supremo”, as consequências de nossos próprios erros.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: