“A raposa sabe muitas coisas; o ouriço uma grande coisa.” (Arquíloco)

ESDA | Silva, Yolanda Anversa (1917–2010)
(Yolanda Anversa da Silva, 1917-2010)

Arquíloco (680 a.C – 645 a.C.) era um guerreiro grego, mas também poeta. Dizia que “Não chegamos ao nível de nossas expectativas, caímos ao nível de nosso treinamento”.

Aparentemente, era um defensor da especialização.

Com esse mundo cada vez mais alvoroçado, discute-se se é melhor ser um especialista ou generalista. Essa questão não era comum tempos atrás; o especialista era, indiscutivelmente, o profissional. Quem sabia um pouco de tudo era “pouco confiável”.

Anos atrás, o psicólogo Philip Tetlock realizou uma pesquisa e concluiu que uma formação generalista favorece a quem procura perscrutar o futuro.

Ele estudou a precisão agregada de 284 especialistas que fizeram 28.000 previsões sobre assuntos internacionais. A maioria das previsões não deu certo e, conservadores não se saíram melhor ou pior do que os liberais; os otimistas não se saíram melhor ou pior do que os pessimistas. 

Apenas um padrão emergiu de forma consistente: “Como você pensa é mais importante do que o que você pensa.”

Com relação à adaptabilidade que as mudanças exigem com frequência crescente, os generalistas tendem a se sair melhores do que os especialistas.

Mas, e quanto ao passado ou ao que já está sedimentado? Parece claro que a vantagem está com os especialistas.

Deixem-me contar a trajetória de Yolanda Anversa da Silva, tia de um amigo, Hugo Anversa.

Yolanda, que faleceu em 2010, aos 93 anos, estudou a Bíblia por 74 anos. Ela era uma professora adventista e esposa de pastor.

Em 1959, participou de um concurso bíblico promovido pela Escola Hebraica, em São Paulo, e conquistou o primeiro lugar.  Dois anos depois, participou de seu segundo concurso bíblico, em Israel.

Ao final do concurso, Yolanda e o rabino Yihya Alsekh, que representava Israel, estavam empatados. Para o desempate, decidiu-se fazer uma pergunta sobre a diáspora. Yolanda respondeu corretamente, mas o rabino obteve pontos adicionais por citar extensas passagens de cor. 

No início, a medalha de ouro foi concedida apenas ao rabino; mas essa decisão foi reconsiderada, pois ela – sendo professora, mãe e dona de casa – respondeu como se fosse uma estudiosa da Bíblia. Assim, os dois ficaram em primeiro lugar.

“Dizia de mim para mim: a Bíblia é a carta de Deus aos homens.

Se eu tenho que ler alguma coisa boa, vou ler a Bíblia e entesourar no coração e na mente seus ensinamentos.

Mas como começar? Valeu-me a tabela do então chamado ‘Ano Bíblico’…

Formar esse hábito não foi fácil.

Quantas coisas aconteceram através desse tempo!

Mas a firme vontade de estar apegada à Palavra foi vencendo.” (Yolanda Anversa)

Para os vocacionados à especialização, uma fórmula: determinação + disciplina.

Yolanda dedicou-se não apenas ao estudo bíblico; como verdadeira cristã dedicava seu tempo aos menos favorecidos e, quando a idade limitou seus movimentos, o coração serviu de apoio a muitos que buscavam conselho.

Esta é a vantagem da especialização: tornar-se autoridade e referência num assunto.

Publicado por Dorgival Soares

Administrador de empresas, especializado em reestruturação e recuperação de negócios. Minha formação é centrada em finanças, mas atuo com foco nas pessoas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: