Pequeno Texto sobre pessoas e baobás (por Márcio Kazuo Teramoto)

Muda de Baobá Africano - Safari Garden

“Um baobá, se a gente custa a descobri-lo, nunca mais se livra dele. Atravanca todo o planeta. Perfura-o com suas raízes. E se o planeta é pequeno e os baobás numerosos, o planeta acaba rachando.“ (Antoine de Saint-Exupéry)


E como o baobá, os sentimentos como inveja, ódio, avareza…nos racham e nos destroem, de dentro para fora. Aperceber-se das sementes invisíveis do baobá a tempo de retirá-los do solo de nosso coração é prática indispensável para todos que desejam uma vida leve e sem amarras.

Quantas sementes de baobá carregamos em nossos corações?

Publicado por Dorgival Soares

Administrador de empresas, especializado em reestruturação e recuperação de negócios. Minha formação é centrada em finanças, mas atuo com foco nas pessoas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: