Nossa vida parece viver-nos

Morre controvertido mestre budista tibetano Sogyal Rinpoché
(Sogyal Rinpoche,

O termo tibetano para designar corpo é ““, que significa “algo que você deixa para trás”, como bagagem, nas palavras de Sogyal Rinpoche.

Transcrevo seu entendimento sobre o ócio no Ocidente:

“A ociosidade ocidental consiste em abarrotar nossas vidas de atividades compulsivas, de modo que não sobre tempo para o confronto com os verdadeiros problemas.

Se observarmos nossa vida, veremos claramente quantas tarefas sem importância, as assim chamadas ‘responsabilidades’, se acumulam para preenchê-la.

É como ‘fazer faxina num sonho’.

Dizemos a nós mesmos que queremos empregar o tempo nas coisas importantes da vida, mas nunca temos esse tempo.

Mesmo no simples levantar-se pela manhã, há tanto o que fazer: abrir a janela, fazer a cama, tomar banho, escovar os dentes, alimentar o cachorro ou o gato, lavar a louça da véspera, descobrir que o açúcar ou o café acabou, sair para comprá-lo, fazer o café da manhã – a lista é interminável. (…)

E que dizer do cabelo ou da maquiagem?

Incorrigíveis, vemos nossos dias se encherem de telefonemas e projetos insignificantes, com tantas responsabilidades – ou devemos chamá-las de ‘irresponsabilidades’?

Nossa vida parece viver-nos, possuir seu próprio ímpeto bizarro de arrastar-nos; no fim sentimos que não temos mais escolha ou controle sobre ela.

Acordamos à noite e nos perguntamos: ‘O que estou fazendo com minha vida?’

A vida nos ensina muitas coisas, principalmente que a busca da perfeição é vã, normalmente. Importa a busca, não a perfeição em si.

O próprio Sogyal Rinpoche foi acusado de agressão e abuso sexual e físico, bem como de uso indevido de fundos de caridade.

Sua defesa:  “Tenho certeza de que nunca, jamais, agi em relação a ninguém com um motivo de ganho egoísta ou intenção prejudicial.”

Somos humanos. Raros são os que conseguem lidar bem com todas as facetas da vida.

“Como persistissem em interrogá-lo, ergueu-se e lhes disse: ‘Quem dentre vós estiver sem pecado, seja o primeiro a lhe atirar uma pedra!” (João 8:7)

Publicado por Dorgival Soares

Administrador de empresas, especializado em reestruturação e recuperação de negócios. Minha formação é centrada em finanças, mas atuo com foco nas pessoas.

Um comentário em “Nossa vida parece viver-nos

  1. Acordamos à noite e nos perguntamos: ‘O que estou fazendo com minha vida?’não são poucas as vezes que isso acontece. A vida nos últimos tempos independente da idade passou a futilidades sem limites. Se observarmos nossa vida, veremos claramente quantas tarefas sem importância, quando as chamadas ‘responsabilidades’, se acumulam para preenchê-las posteriormente. Postergamos.

    É como ‘fazer faxina num sonho’.

    Dizemos a nós mesmos que queremos empregar o tempo nas coisas importantes da vida, mas nunca temos esse tempo

    Rever nosso tempo é necessidade urgente. A vida passa por nós como rolo compressor. Apesar dos cuidados com a pandemia, necessário se faz preenchemos esse vazio, não em lacunas improdutivas com as vãs filosofias orientais sem base cientificamente muitas vezes não comprovadas. É fato que o evangelho nos adverte com a lição “aquele que não tem pecado lance a primeira pedra” isso a mais de dois mil anos atrás ” nem mesmo posso eu laçar a primeira pedra.. O autor do texto faz uma reflexão a pensarmos , quanto tempo gastamos com futilidades e renegamos o útil a segundo plano?. Quanto tempo ficaremos inertes aguardado o “retorno a utilidade”? É hora de reagimos, respeitando as recomendações científicas. Senão, seremos fadados a morrer de fome ou o empobrecimento total. O chamado a filosofia oriental é apenas para despertamos da inércia que está mergulhada a Nação Brasileira. Precisamos reagir urgente.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: