Vejam: isso logo será arqueologia

Não. A extinção dos nossos índios não será objeto de estudo da arqueologia. Uma nova ciência será criada, a recenslogia (de recente) – sugiro – um braço da etnologia para povos extintos.

Lembro do incêndio do Museu Nacional – alguém se lembra?

Os indígenas da Aldeia Maracanã correram até o prédio, a dois quilômetros. Saltaram as grades na tentativa de salvar a história de seu povo, os puri. Não conseguiram evitar sua segunda extinção.

Imagens incríveis feitas por Ricardo Stuckert capturaram as tribos indígenas do Brasil que agem como guardiãs da floresta amazônica em rápida diminuição e que lutam contra os forasteiros que pretendem destruí-la.

Admiro Ricardo Stuckert, assim como a Araquém Alcântara, que parecem ter uma urgência de registrar nossa riqueza étnica e da natureza. São tolos, mas numa outra distante geração serão distinguidos. Não é essa a intenção deles; querem que a atual geração se sensibilize.

Há outros, como o sertanista José Carlos Meirelles, que trabalhou para a Fundação Nacional do Índio (Funai) durante 40 anos. A antiga Funai; não a que usa bombas de gás contra índios.

A Funai, cuja “missão institucional é proteger e promover os direitos dos povos indígenas no Brasil.”

O primeiro presidente da Funai no governo atual foi o general da reserva do Exército Franklimberg Ribeiro de Freitas. Ele foi removido do cargo em meados de junho de 2019.

“Quem assessora o senhor presidente não tem conhecimento de como funciona o arcabouço jurídico que envolve a Funai (…). E quem assessora o senhor presidente é o senhor Nabhan (o pecuarista Luiz Antônio Nabhan Garcia, atual secretário de política fundiária do Ministério da Agricultura e ex-presidente da União Democrática Ruralista).

Que, quando fala sobre indígena, saliva ódio aos indígenas”, disse o general da reserva.

A sequência de fotos abaixo é do devotado Ricardo Stuckert.

Jornal britânico destaca o incrível trabalho do fotógrafo Ricardo Stuckert  com tribos indígenas do Brasil

Jornal britânico destaca o incrível trabalho do fotógrafo Ricardo Stuckert  com tribos indígenas do Brasil

Fotógrafo registra tribos indígenas brasileiras em imagens deslumbrantes

Ricardo Stuckert faz foto histórica para livro "Índios Brasileiros" |  Revista Fórum

A VIDA DE POVOS INDÍGENAS PELAS LENTES DE RICARDO STUCKERT - Visite Brasília

Jornal britânico destaca o incrível trabalho do fotógrafo Ricardo Stuckert  com tribos indígenas do Brasil

Close dos indígenas
(Tribo indígena isolada, próximo à fronteira com o Peru)

Publicado por Dorgival Soares

Administrador de empresas, especializado em reestruturação e recuperação de negócios. Minha formação é centrada em finanças, mas atuo com foco nas pessoas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: