Albinoni

Tomaso Albinoni (1671-1751) - Find A Grave Memorial
(Albinoni, 1671-1751)

Costumamos falar dos compositores consagrados e esquecemos seus ‘professores’, os pioneiros.

Como, por exemplo, o veneziano Tomaso Giovanni Albinoni, com seu talento melódico e característico estilo pessoal.

Bach, que pautou gerações de compositores – inclusive nosso Villa-Lobos – se inspirou nele.

Seu famoso Adagio (abaixo), foi reconstituído por um musicólogo, Remo Giazotto, a partir de um fragmento de Albinoni.

É que parte da produção de Albinoni estava numa biblioteca em Dresden, que foi destruída na Segunda Guerra. A maioria de suas óperas perdeu-se no bombardeio da cidade.

A cultura e o conhecimento são acúmulos, erráticos. Do zero só partem os radicais.

Bom, para os que amam o Barroco, o Adágio em sol menor (abaixo) é uma das peças mais belas do gênero. A peça conseguiu tal fama que foi transcrita para muitos instrumentos e passou a ser fartamente utilizada na cultura popular. Se Albinoni é conhecido na atualidade, isto se deve a esta obra, em que o violino se faz presente ao longo de toda a partitura.

Somos, a cada dia, mais barrocos, com nossos dualismos, contradições, obscuridades, detalhismo, rebuscamento e exageros.

Publicado por Dorgival Soares

Administrador de empresas, especializado em reestruturação e recuperação de negócios. Minha formação é centrada em finanças, mas atuo com foco nas pessoas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: