“… impossível dizer às pessoas que estou surdo”

(Beethoven surdo , desenho de Karl Offterdinger)

Em 1797 Beethoven começou a ter sinais de surdez. Tinha 27 anos. Logo depois, percebeu que a perda de audição para a música e para a fala não era uma ocorrência passageira.

Sua habilidade para alimentar a criatividade e protegê-la da angústia física e psicológica causada pela surdez progressiva é um dos aspectos mais notáveis de sua vida.

Francisco Goya, foi outro que sofreu a ‘dor’ da surdez. Ele era 24 anos mais velho que Beethoven. Também, manteve sua fidelidade artística.

Beethoven confessou a um amigo:

“Devo confessar que estou levando uma vida miserável. Há quase dois anos parei de comparecer a qualquer evento social, simplesmente porque acho impossível dizer às pessoas que estou surdo.

Se tivesse outra profissão, talvez fosse capaz de lidar com minha enfermidade, mas, na minha profissão, ela é uma deficiência terrível.

E se meus inimigos, dos quais tenho um número considerável, souberem disso, o que iriam dizer?”

“… quando estou num concerto, não consigo ouvir as notas mais agudas dos instrumentos ou das vozes”. Seus ouvidos “continuam a zumbir dia e noite”.

Já totalmente surdo, compôs esta ode à alegria e à união:

Publicado por Dorgival Soares

Administrador de empresas, especializado em reestruturação e recuperação de negócios. Minha formação é centrada em finanças, mas atuo com foco nas pessoas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: