“Apenas as virtudes que admitem excessos”

Thomas Carew Wiki Biography - CrunchWood
(Thomas Carew, 1595-1640)

As pretensões da pobreza, de Thomas Carew

“Miserável pobre diabo, és por demais presumido

Ao reivindicares um lugar no céu, na altura,

Só porque tua humilde choça, ou tua tina,

Acalenta alguma virtude indolente ou farisaica

Sob o sol barato ou pelas fontes sombrias

Com raízes e hortaliças; onde tua mão direita,

Arrancando as paixões humanas da cabeça,

Em cujos troncos florescem formosas virtudes,

Degrada a natureza e entorpece os sentidos,

E, mão de Górgona, petrifica homens ativos.

Ó pobres, não precisamos da enfadonha companhia

De vossa compulsória abstinência

Ou da desnaturada estupidez

Que desconhece alegria ou tristeza, nem da forçada

E passiva fortaleza, falsamente exaltada

Como superior à ativa. Essa raça baixa e abjeta

Que se aboleta na mediocridade

Convém a espíritos servis; nós, porém, promovemos

Apenas as virtudes que admitem excessos

Atos bravos e generosos, magnificência régia,

Prudência previdente, magnanimidade

Que não conhece limite, e aquela virtude heroica

Que a antiguidade não batizou de, nenhum nome,

Mas deixou modelos como Hércules,

Aquiles e Teseu … Volta, ó pobre, à tua odiosa cela,

E quando vires a nova e ilustrada esfera

Procura ao menos saber quem eram esses heróis.”

A pobreza não pode ‘dignificada’; isso só legitimaria os que dela se beneficiam e aos ‘religiosos’, que são arautos da ‘natural’ e providencial distribuição da riqueza. Pobreza, aliás, não pode ser confundida com ‘simplicidade’.

“Se fôssemos de fato restaurar o gênero humano por meios genuinamente indígenas, botânicos, magnéticos ou naturais, caberia, em primeiro lugar, sermos simples e bons como a Natureza, dissiparmos as nuvens que pendem sobre as frontes e enchermos com um pouco de vida os poros. Não vos limiteis a ser provedores de pobres, mas tentai tornar-vos as próprias riquezas do mundo.” (Henry Thoreau)

Publicado por Dorgival Soares

Administrador de empresas, especializado em reestruturação e recuperação de negócios. Minha formação é centrada em finanças, mas atuo com foco nas pessoas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: