O Brasil tem que “deixar de ser um país de maricas” e enfrentar a pandemia de Covid-19 de “peito aberto”

Coronavírus: 'país de maricas' e outras 8 frases de Bolsonaro sobre  pandemia que matou 162 mil pessoas no Brasil - BBC News Brasil

Esse senhor que está na presidência não tem juízo? Ou se faz de doido para agradar seus fanáticos seguidores?

Chamar de “maricas” o povo brasileiro porque procura se precaver de uma pandemia é antipatriótico, desumano, estúpido e mostra o perfil insensível – sociopata – desse governante.

Comemorar o ‘insucesso’ de uma vacina, patrocinada por um oponente político – o que não é verdadeiro -; disseminar o medo sobre as vacinas, principalmente a chinesa; desprezar o uso de máscaras e de cuidados sanitários para prevenção da Covid; propagandear o uso de medicamentos sem comprovação médica; duvidar, ao invés de referendar, os conhecimento e método científicos …

Se tivéssemos uma PGR realmente ‘independente’ isso seria considerado ‘crime de responsabilidade’.

Ah, dizem, ele está ‘descompensado’; é só uma figura de retórica …

Senhor presidente, eu não sou marica. Talvez você seja: quando você foi atacado por outro fanático, rezou e agradeceu aos médicos que o salvaram.

Médicos são eticamente obrigados a salvar até criminosos. Nesse episódio você não foi um dos ‘maricas’? Todos vamos morrer, claro, mas não precisamos morrer por descaso ou má-fé dos que supomos – e pagamos – para que nos protejam. Já temos 160 mil mortos decorrentes da epidemia, que o presidente ignora.

Um governante que só pensa em desagregar! Nosso país é refém desse desequilibrado.

Enquanto isso, o país vai para o fundo do poço. Não há governo, não há rumo, não há coerência. O Paulo Guedes, um inoperante, fala, fala e fala e, o presidente trava. A própria reforma da Previdência só saiu pelo empenho de Rodrigo Maia.

Nada aconteceu nem acontecerá em termos de reformas políticas e econômicas. Ele não quer.

Privatizações; reforma administrativa; reforma tributária, a PEC que prevê a ativação dos gatilhos de ajuste fiscal quando as despesas obrigatórias atingirem 95% do total … nada anda. Por trás, o presidente.

No próximo ano teremos saudades de 2020. Há o risco de hiperinflação, descontrole cambial, estouro da dívida pública, desemprego recorde, distúrbios sociais, desesperança …

O Brasil, que ignora seu passado, continua o país do futuro, inalcançável.

O Brasil continua a ser inviabilizado por seus governantes, despreparados, corruptos, estúpidos, ou um conjunto desses qualificativos.

Governantes que não têm compromissos com um projeto de país, mas que não podem ser ‘perdedores’, mesmo que a nação seja.

Publicado por Dorgival Soares

Administrador de empresas, especializado em reestruturação e recuperação de negócios. Minha formação é centrada em finanças, mas atuo com foco nas pessoas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: