O Brasil poderia ter sido um império colonialista

Guia de viagem: Luanda | Turismo em Luanda - KAYAK
(Luanda, Angola)

1822. O Brasil torna-se independente de Portugal. Comemora-se no dia 7 de setembro, dia do grito no Ipiranga, mas a data oficial seria 12 de outubro, quando se deu a elevação oficial do país à condição de Império e a aclamação de D. Pedro como seu primeiro imperador.

Em seguida, membros da comunidade mercantil angolana criaram uma facção sediciosa e separatista de Portugal (e aderindo ao Brasil), chamado ‘partido brasileiro (brasílico)’. Seus interesses estavam nos portos do Rio de Janeiro e Pernambuco: comércio de escravos.

Também nas ilhas de Cabo Verde houve um movimento de adesão ao novo império brasileiro, logo abafado pelos mandatários portugueses.

O mesmo ocorreu em Moçambique, onde seu governador-geral denunciava a “atuação de um bando de brasileiros que havia desertado dos Batalhões da Cidade e, não satisfeitos em tornarem-se ladrões de estradas, também declararam a província unida ao Brasil, sob a alegação de que ela não tinha relação alguma com Portugal.”

Sobre Angola:

“Angola sempre foi mais ligada ao Brasil do que a Portugal. Foi o Rio de Janeiro que a libertou do domínio holandês; dos seus três deputados às Cortes Constituintes Gerais de Lisboa, dois bandearam-se para o Brasil; em 1822 foi no Rio que se lançaram as proclamações pela ‘desprezada Angola’ e, logo em seguida os movimentos rebeldes de Luanda e Benguela visaram ligá-la ao Brasil.” (José Honório Rodrigues)


Angola só não foi realmente anexada àquele tempo ao Brasil, em razão de D. Pedro I ter
concordado com a cláusula do Tratado de Aliança e Amizade de 1825, que o proibia aceitar as pretensões de quaisquer colônias de Portugal de virem a se juntar ao Império do Brasil.

Os interesses comerciais (escravidão) poderiam ter tornado o Brasil um país colonialista, muito antes da partilha oficial da África, em 1876, a partir da AIA (Associação Internacional Africana).

Imaginem! Se nem conseguimos nos administrar, como faríamos com as colônias?



existir em todo o Reino “um numeroso partido a fazer
causa comum com o Brasil, pondo-se de baixo da sua proteção”. Tal
partido, segue o relato de Avelino Dias, “é principalmente dirigido por
alguns homens ricos, cujos interesses estão intimamente ligados com o
comércio da escravatura para os Portos do Rio de Janeiro e Pernambuco”.

Publicado por Dorgival Soares

Administrador de empresas, especializado em reestruturação e recuperação de negócios. Minha formação é centrada em finanças, mas atuo com foco nas pessoas.

Um comentário em “O Brasil poderia ter sido um império colonialista

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: