Unicórnio e castidade

 (A Virgem e o unicórnio. Domenico Zampieri, c. 1602)

O unicórnio foi ‘redescoberto’ pelos Padres da Igreja, na Alta Idade Média, a partir de um tratado (“Physiologus”) escrito em Alexandria, entre os séculos II e IV, possivelmente por um gnóstico. Um trecho:

“O unicórnio é pequeno e muito selvagem. Ele possui um chifre na cabeça. Nenhum caçador consegue pegá-lo, a não ser por uma astúcia. Uma virgem o atrai onde ela mora. Quando a vê, o unicórnio pula em seu colo. Ele então é preso e conduzido ao palácio do rei.”

Foi mencionado por Plínio, Solino, Gregório Magno, Da Vinci … Mas, o mito consagrou-se nos popularíssimos poemas de ‘Carmina Burana’, no século XII.

Um animal estranho: ao se deparar com uma virgem, precipita-se sobre os seu seios, e ela amamenta-o para em seguida capturá-lo. A virgindade da moça é uma condição indispensável para o sucesso da caçada. Passa, portanto, por um processo de cristianização na Idade Média. Torna-se uma imagem do Salvador, um chifre de salvação.

“O unicórnio lembra a Virgem por excelência, Maria; sua caça representa alegoricamente o Mistério da Encarnação, no qual ele próprio representa o Cristo espiritual unicórnio e seu chifre, a cruz de Cristo.” (Jacques Le Goff)

No século XV, o teólogo Jean Gerson definiu que há seis sentidos, acrescentando o do coração ou do entendimento que traça um caminho na direção de Deus. Associavam esse último sentido ao unicórnio.

A lenda foi retomada ao longo dos séculos até hoje, com naturais variações.

OBRA DE ARTE DA SEMANA: A magia da tapeçaria A dama e o unicórnio ...
(A dama e o unicórnio, tapeçaria, século XV)

Publicado por Dorgival Soares

Administrador de empresas, especializado em reestruturação e recuperação de negócios. Minha formação é centrada em finanças, mas atuo com foco nas pessoas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: