“… não serve para nada, mas não tem preço” (Éric Mézan)

Human Animal Mask: Pierre Huyghe's Fable between Documentas – Minus Plato
(Intervenção de Pierre Huyghe, “Cão com a pata rosa”)

O artista francês Pierre Huyghe há muito tempo usa animais em seu trabalho: abelhas, cães e filhotes frequentemente percorrem seus mundos elaborados, mundos que ele cria em galerias e locais de exibição, transformando-os em estranhos não-lugares, lugares “intermediários” entre natureza e cultura.

“No final dos anos 1960, Jannis Kounellis trouxe pássaros e cavalos para as galerias e, em 1974, Joseph Beuys coabitou com um coiote numa galeria em Nova York. Desde então, peixes dourados, caracóis, jumentos, porcos e pulgas têm desempenhado um papel na arte contemporânea.” (Kate MacNeill)

Também somos contemporâneos. Na 29ª Bienal de SP, Nuno Ramos trouxe seus urubus, para a instalação “Bandeira Branca”. Não foi o pioneiro por aqui. Cildo Meireles, em 1967, usou um canarinho na obra “Desvio para o Vermelho”. Em 1970, queimou dez galinhas vivas.

Tudo “evolui”; não basta sensibilidade estética para apreciarmos “arte” atualmente.

A arte Moderna já havia empacotado o classicismo, valorizando o movimento e a velocidade das máquinas. A Contemporânea, que começa no pós-guerra, pisa nas fronteiras derrubadas pelos movimentos modernistas e aceita o infinito como limite.

Desde então, corremos para ficarmos no lugar, tentando ler o que acontece na eferverscência artística. Algumas expressões nesse mundo de iniciados:

  • Arte cinética
  • Fluxus
  • Pop art
  • Op art
  • Instalações
  • Arte bruta
  • Arte informal
  • Arte conceitual
  • Assemblage
  • Expressionismo abstrato
  • Body art
  • Hiper-realismo
  • Happening
  • Minimalismo
  • Videoarte
  • Arte povera
  • Transvanguarda
  • Internet art
  • Arte urbana
  • Graffiti …

Alguns lamentam que haja cada vez menos arte e cada vez mais mercado.

Publicado por Dorgival Soares

Administrador de empresas, especializado em reestruturação e recuperação de negócios. Minha formação é centrada em finanças, mas atuo com foco nas pessoas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: