Líderes incultos

Plutarco - Knoow
(Plutarco)

Nesses tempos, vale lembrar alguns escritos de Plutarco (46 a 120 d.C.). Por uns minutos, seguremos o cinismo cotidiano, principalmente quando ele se refere ao ‘líder inculto’.

Líderes educados estariam primeiramente preocupados com o bem-estar de seus eleitores, mesmo à custa de seu poder ou segurança pessoal. Os incultos, por sua vez, vêm a ocupação de um cargo político somente como a oportunidade de exercer o poder.

Os educados procuram desenvolver a Razão, necessária para controlar as emoções e impulsos. Estes, governam com benevolência; os incultos, diferentemente, são atormentados por ganância, paranoia e um falso senso de grandiosidade.

A ideia de ‘herói‘ é incontornável e até útil para a formação de crianças; adultos podem dispensá-la. A vida adulta requer lideranças que não percam o horizonte da comunidade e do pertencimento; que compreendam a formação do consenso e a liturgia do cargo.

Publicado por Dorgival Soares

Administrador de empresas, especializado em reestruturação e recuperação de negócios. Minha formação é centrada em finanças, mas atuo com foco nas pessoas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: