Janelas

Há um homem sonhando numa praia;

um outro que nunca sabe as datas;

há um homem fugindo de uma árvore;

outro que perdeu seu barco ou seu chapéu;

há um homem que é soldado;

outro que faz de avião;

outro que vai esquecendo sua hora seu mistério seu medo da palavra véu;

e em forma de navio há ainda um que adormeceu.

(João Cabral de Melo Neto)

A realidade é tudo. Não só o tangível; também o não perceptível, o sobrenatural, o abarcado pela fé. A imaginação, fábrica de potencialidades, e, os sonhos e pesadelos, raízes da materialização, também são reais. Cada um, com sua seleção de realidades, vê o tudo.

(Imagem: praia de Japaratinga, Alagoas)

Publicado por Dorgival Soares

Administrador de empresas, especializado em reestruturação e recuperação de negócios. Minha formação é centrada em finanças, mas atuo com foco nas pessoas.

2 comentários em “Janelas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: